Conheça os seis candidatos nomeados para as eleições da OMS.

oms_2

A Região das Américas é o primeiro no mundo a ter o sarampo eliminado, uma doença viral que pode causar problemas de saúde graves, incluindo pneumonia, cegueira, edema cerebral e até a morte. Essa conquista culmina um esforço de 22 anos, envolvendo a vacinação em massa contra o sarampo, papeira e rubéola nas Américas. Saiba mais…

Ministros e acadêmicos da França, Etiópia, Paquistão, Itália, Hungria e Reino Unido vão competir para ser o sucessor de Margaret Chan como diretor-geral em julho 2017. Saiba mais…

Em Genebra seis candidatos estão na corrida para assumir o comando da Organização Mundial da Saúde (OMS), incluindo a ex-ministra da Saúde do Paquistão Sania Nishtar – uma das duas únicas mulheres da lista. Saiba mais…

Secretário Geral da ONU associou sua Força-Tarefa no combate a crise de Saúde Global. Leia mais…

Considerando as pesadas críticas sobre o papel da OMS no surto de Ebola, o BMJ acaba de publicar um artigo de Devi Sridhar e colegas com questões sobre a preparação no caso de epidemias para os possíveis candidatos na eleição do próximo diretor geral. leia aqui

O processo para eleger o próximo Diretor-Geral da OMS está agora em curso. A partir de hoje, os Estados-Membros podem nomear candidatos para ser o novo chefe do órgão mundial de saúde pública, o primeiro passo de um processo rigoroso que culminará com uma rodada final de votação na Assembléia Mundial da Saúde em maio de 2017, o novo Diretor-Geral de tomar posse em 1 de Julho de 2017. Saiba mais

O novo Diretor Geral da OMS – Notícia do Lancet leia aqui

Pela primeira vez em uma década a OMS procura um novo líder – Notícia do STAT leia aqui