A saúde é um direito humano, não um privilégio!

Garantir a cobertura de saúde universal é uma prioridade para a OMS. A saúde é um direito humano, não um privilégio. As pessoas não deveriam ter que escolher entre comprar remédios e compra de alimentos. Cada país, seja rico ou pobre, deve ser capaz de fornecer serviços essenciais de saúde, sem a empurrar as pessoas para a pobreza. Saiba mais…